sexta-feira, 14 de setembro de 2012

O mercado das cervejas especiais se profissionaliza

O mercado de cervejas especiais está constantemente dando sinais de que está amadurecendo, se consolidando e se estruturando de forma mais profissional. A notícia desta semana, para a surpresa de muita gente, foi a centralização das importações das cervejas do portfólio da Duvel Moortgat pela Interfood. A importância deste anúncio, feito em evento fechado para profissionais que trabalham com estas cervejas, com a presença do Export Manager da cervejaria, Bram Vaerewyck, tem duas explicações. Primeiro, ela sai das mãos do belga radicado no Brasil Xavier Depuydt, que detinha a exclusividade de importação para o Brasil há mais de uma década. Segundo, porque quem está agora controlando esta operação é uma empresa de importação e exportação de alimentos e bebidas fundada em 1985 e que até este ano trabalhava somente com vinho. A expansão da Interfood para o mercado de cervejas, que começou recentemente com as marcas Wells & Young's, Bitburger, Benediktiner e Mahou, reflete a consolidação das cervejas especiais no Brasil. Não apenas como uma promessa ou aposta de alguns poucos visionários apaixonados, mas como tendência que veio para ficar no segmento de bebidas. Aqui no Rio, quem vai cuidar da distribuição é a Premium Brands, que também investe pesado na profissionalização e no crescimento do mercado carioca de cervejas especiais. Proponho um brinde - com Duvel, obviamente - à união entre Interfood, Duvel e Premium Brands. Como se diz em holandês: Eendracht maakt macht!

Nenhum comentário:

Postar um comentário