quarta-feira, 28 de março de 2012

Drei Adler: cervejas caseiras com atitude e competência


Santa Catarina é berço não apenas de micro cervejarias excelentes e premiadas internacionalmente, mas também de um movimento de cervejeiros artesanais caseiros que estão fazendo história junto com suas cervejas cheias de sabor e inovação.
Este é o caso dos meus amigos da Drei Adler, que fazem cervejas com um forte pé nas lambics belgas, agregando a elas um paladar diferenciado muito interessante e de grande drinkabilidade para o estilo - que não é dos mais populares.
No último Festival Brasileiro da Cerveja, tive a oportunidade de comprar um kit de fruit lambics desenvolvido por eles especialmente para o evento, que revela muito capricho em cada uma das etapas do processo, da escolha do estilo e elaboração da receita até a criação e design do rótulo.
Para acomodar as quatro garrafas de 750ml, acompanha o kit uma prática bolsa de lona com alças, igualmente artesanal e muito bem feita.
Não bastasse as cervejas serem tão caprichadas no desenho dos estilos, no design dos rótulos e na descrição dos produtos, confesso que ainda fiquei emocionado quando meu amigo Diogo Ropelato me disse todo orgulhoso, ao entregar a bolsa: “foi minha mãezinha quem costurou...”
O que pode ser mais artesanal do que isso?

AS UGLY AS SIN
(tão feio quanto o pecado)
Uma fruit lambic com adição de tamarindo, com prazo de validade para novembro de 2020.
Segundo o que diz o rótulo, “suas papilas gustativas sairão da sua boca em direção à confeitaria mais próxima. Quer docinho? Vai passear!”








RAPE MOMMY PRIDE
(orgulho de estupro de mãezinha)
Uma fruit lambic com adição de cupuaçu com prazo de validade para novembro de 2020.
O rótulo promete que “as notas ácidas dominarão sua boca, deixando-o inebriado com a sensação.”








SLUT CZARINA
(czarina vagabunda)
Uma “Imperial Stout rampeira”, segundo o próprio rótulo, com prazo de validade para novembro de 2020 e 11,5% de teor alcoólico.
Ainda diz que você “vai se sentir num Moulin Rouge Russo - e sem direito a penicilina, viu?”








ADDLE BRAINED LUMMOX
(idiota de cérebro podre)
Um blend de duas fruit lambics, uma com graviola e outra com tamarindo, com prazo de validade para novembro de 2020.
Segundo o rótulo, “essa cerveja é igual swing: só provando para saber qual é o gosto!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário