quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Bolinho Confrade: linguiça moída com bagaço de malte!

Muita gente tenta complicar o universo das cervejas, quando na realidade tudo é tão simples quanto deveria ser, por se tratar de uma bebida informal e descontraída. Essa simplicidade está escancarada num petisco delicioso da Vila St. Gallen, em Therezópolis, que leva na receita o bagaço sólido descartado durante o processo de fabricação da cerveja. O nome do bolinho traduz essa total ausência de complicação, sem perder um pingo de sofisticação e elegância: Bolinho Confrade. Ele é feito de linguiça moída misturada com o bagaço do malte, recheado com mussarela, empanado e frito. Muito bem feito, deve-se dizer. O bagaço do malte é riquíssimo em fibras e muito nutritivo. É usado para fazer pão de malte e pode ter outras finalidades, como dar um toque cervejeiro a um prato, como este bolinho. A receita é do chef Rafael Paredes, que idealizou todo o cardápio da Vila St. Gallen e chefiou a cozinha na sua fase de inauguração. Para harmonizar neste caso, qualquer cerveja artesanal das marcas St. Gallen e Therezópolis, todas feitas pelos donos da Vila St. Gallen, vão cair muito bem. Mas dê preferência para as mais claras, as de trigo e as vermelhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário