segunda-feira, 8 de julho de 2013

Gouden Carolus Classic e pato com figo, mel e purê

Algumas harmonizações são mais surpreendentes do que outras, não porque são pratos ou cervejas que nunca tomamos, mas porque não os degustamos com frequência ou porque são receitas que agregam algum elemento que faz crescer nossa experiência gastronômica. Como esta Gouden Carolus Classic harmonizada à perfeição com este peito de pato assado ao molho de figo e mel acompanhado por purê de batata, executado pelo chef Jessé Valentim, do Vieira Souto Ristorante, em Ipanema. Para começar, cervejas do estilo Belgian Dark Strong Ale não estão entre nossas escolhas mais frequentes, o que as destacam quando chegam à mesa. Segundo, pato também não é um item frequente nos cardápios do dia a dia. E, principalmente, pelas receitas de ambos. O prato, com figo, mel e um purê que rouba as atenções pelo simples fato de ser feito com manteiga francesa de primeira. A cerveja porque é rica e complexa em aromas e sabores, passando por café, chocolate, baunilha, nozes. Quando toda essa festa sensorial acontece na boca, não tem como a gente não se encher de júbilo e satisfação. Uma surpresa boa para corpo e alma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário